6 banner tema comunicacao

Comunicação Posithiva: sexualidade e direitos humanos em HIV, hepatites virais e outras ISTs.

Solicitar curso
“Um galo sozinho não tece uma manhã: ele precisará sempre de outros galos. De um que apanhe esse grito e o lance a outro; e de outros galos que com muitos outros galos se cruzem os fios de sol de seus gritos de galo, para que a manhã, desde uma teia tênue, se vá tecendo, entre todos os galos.”   

(João Cabral de Melo Neto) 
  • Introdução
    • Apresentação
    • Introdução
  • O que é Comunicação
    • O que é Comunicação
  • Formas de Comunicação
    • Vídeo aula Formas de comunicação
    • Formas de Comunicação
    • Comunicação intrapessoal
    • Comunicação Interpessoal
    • Comunicação de massa
    • Os meios de comunicação de massa como aparelhos de hegemonia
  • Componentes da Comunicação
    • Componentes da comunicação
  • Veículos de Comunicação
    • Definição e conceituação
  • A Comunicação como Direito Humano
    • Vídeo aula - A Comunicação como Direito Humano
    • A Comunicação como Direito Humano
    • O advento das mídias sociais e a quebra da hegemonia dos meios de comunicação de massa
  • Comunicação, sexualidade e HIV
    • Vídeo aula - Comunicação, sexualidade e HIV
    • Jovens talentos trazem nova voz para resposta ao HIV e à discriminação
    • Vida e Amores por João Geraldo Netto – Há 12 anos com HIV
  • Introdução à Comunicação Não Violenta
    • Introdução à comunicação não violenta
    • Comunicação não violenta
    • Vídeo aula com Dominic Barter
    • Que tal aprender a se comunicar melhor? por Laura Pires
  • Para saber mais...
    • O Cartaz HIV Positivo
    • Mídia e sexualidade
    • No Brasil morte de pobre não é notícia
    • O papel da mídia na prevenção do HIV/Aids e a representação da mulher no contexto da epidemia
    • A mídia ainda é conservadora sobre a pauta Aids
    • Aids e Mídia – A Construção da Cidadania
    • Como a imprensa brasileira trata o movimento LGBT
    • Cidadãs positivas falam sobre preconceito, autoestima, perspectivas e sonhos para o futuro
  • Como estou me saindo?
    • Como estou me saindo

Descrição do curso

Este curso intrumentaliza o jovem através do exercício da leitura e análise crítica de textos e do uso consciente das novas tecnologias e mídias digitais. A construção de uma proposta pedagógica em "educomunicação" compreende um processo de reflexão que envolve as dimensões cognitiva e afetiva, ajudando o jovem a avançar na expressão de seus sentimentos e da consciência de seu valor. 

Categoria: Seminário ConectAIDS

Informações gerais

Conteúdo
  • O que é Comunicação;
  • Formas de comunicação;
  • Componentes da comunicação;
  • Veículos de comunicação;
  • A Comunicação como Direito Humano;
  • A função da comunicação positiva dentro do campo da sexualidade e do HIV; Analisando uma comunicação positHIVa;
  • Introdução à Comunicação Não Violenta;
  • Discurso de ódio x Liberdade de Expressão (relações entre liberdade de pensamento, opinião e expressão e mídia).
Objetivo

O curso instrumentaliza o participante para uma atitude crítica e uma reflexão ética, enfatizando a importância de se gestar projetos que proporcionem aos jovens a oportunidade de desenvolverem e integrarem teias criativas de saberes emancipadores, frutos de uma abordagem positHIVa, através de uma perspectiva de Comunicação Não Violenta, que aponte para uma mediação midiática mais solidária, despertando a partir desta, o anseio por uma discussão premente.

Público alvo

Metodologia

Aulas expositivas, atividades com suporte didático-pedagógico; textos e vídeos de apoio; leitura e interpretação de textos; uso de comunicação não verbal como memes, charges, gifs e  e cartoons, como mecanismos de abordagem dos temas a serem atingidos a partir de contexto histórico, político e cultural. 

Certificado

Professores

Fabiana Mesquita


Fabi Mesquita é jornalista e educomunicadora.  Mestre em Educação, Arte e História da Cultura, onde desenvolveu um estudo sobre a Comunicação Ambiental para a mobilização de jovens via mídias sociais, ainda no início do ano 2000, quando mal se falava sobre o assunto. Nesta época, coordenou a Agenda 21 da cidade de Santos, e foi Diretora de Qualidade de Vida da Cruz Vermelha Brasileira, sede Santos. Doutoranda em Antropologia Transdisciplinar pelo Asian Social Institute, Fabi estuda a comunicação não violenta como ferramenta de mediação e mobilização juvenil em áreas de ocupação terrorista. Como bailarina desenvolve desde os anos 90 diversos projetos que envolvem Corpo, Comunicação e Linguagem. Na área de mobilização social, Fabi atua com empoderamento de juventudes nas áreas de saúde, gênero e direitos humanos. Como jornalista e comunicadora, tem atuado largamente na área de gestão de mídias digitais, produção e gerenciamento de conteúdo. Destacam-se em seu trabalho, a capacidade de mobilização via mídias digitais, com a organização de vários grupos de defesa de direitos da juventude, meio ambiente, das mulheres e das populações LGBTQI, como o Força Tarefa Jovens Lideranças, Rede Mundial de Pessoas Vivendo com HIV, Forum Juvenil da Agenda 21, entre outros, sempre estimulando o protagonismo destes segmentos. Fabiana tem uma larga experiência Internacional tendo vivido em países como a Indonésia, Vietnã e Filipinas por quase 9 anos, trabalhando também com comunicação para mobilização social e empoderamento da juventude.   

Como consultora trabalhou em diversos organismos internacionais como UNFPA, UNAIDS e Center For Disease Control, onde contribuiu decisivamente para a criação de projetos de enfrentamento do estigma e discriminação de grupos tradicionalmente marginalizados, bem como na capacitação e empoderamento de jovens lideranças em todo o país.   

Comece agora

Solicitar curso